RECIFE GANHA PRIMEIRO DOUTORADO EM OFTALMOLOGIA E CIÊNCIAS VISUAIS DO NORTE E NORDESTE

Notícias

RECIFE GANHA PRIMEIRO DOUTORADO EM OFTALMOLOGIA E CIÊNCIAS VISUAIS DO NORTE E NORDESTE

..

IMG_6992

Em projeto pioneiro para as regiões Norte e Nordeste, a Escola Paulista de Medicina (EPM) – Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), lançou, no dia 23 de agosto, no Recife – PE, o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu, Doutorado Interinstitucional (Dinter), em Oftalmologia e Ciências Visuais, com extensão na Fundação Altino Ventura (FAV).

Aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o programa foi lançado no auditório da FAV. Na cerimônia, a UNIFESP foi representada por Rubens Belfort Jr. (professor titular de Oftalmologia) e Maurício Maia (vice-coordenador do Programa Dinter, UNIFESP). Já a FAV foi representada por seu presidente, professor Marcelo Ventura, as professoras Liana Ventura (coordenadora do Programa Dinter – FAV) e Camila Ventura (vice-coordenadora do Programa Dinter – FAV). A CAPES foi representada pela professora Denise de Freitas, coordenadora da área de Medicina III.

Prestigiaram o evento a presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SOB), Dra. Edna Almodin, o presidente da Sociedade Norte-Nordeste de Oftalmologia, Dr. David Lucena, o Presidente do CREMEPE, Dr. Mário Lins, o presidente da Sociedade Pernambucana de Oftalmologia, Dr. Bernardo Cavalcanti, o presidente do Conselho Curador da FAV, Dr. Ronald Cavalcanti, o deputado estadual do Rio Grande do Norte Albert Dickson, oftalmologista e ex-aluno da pós- graduação latu sensu da FAV, entre outras autoridades e parceiros.

Na oportunidade, o professor Marcelo Ventura ressaltou a enorme oportunidade que foi trazer para as regiões Norte e Nordeste o Curso de Pós-Graduação Stricto Sensu em Oftalmologia e Ciências visuais, com a UNIFESP, o que fará um grande diferencial para as próximas gerações. Segundo a professora Liana Ventura, a implantação desse Programa Dinter na FAV facilita o intercâmbio e amplia as colaborações interinstitucionais, assim como os horizontes para o fomento da ciência, tecnologia e inovação, trazendo benefícios diretos à nossa sociedade.

Em sua palestra, o professor Rubens Belfort Jr., destacou que a implantação do Dinter é resultado de um esforço e apoio conjunto das diretorias de cada Campus. Para o professor Maurício Maia, esse programa irá incentivar a produção local de pesquisas científicas, trazendo melhorias para a qualidade de vida da população do Norte e Nordeste.

 De acordo com a professora Denise de Freitas (coordenadora da CAPES), os Projetos de Doutorado Interinstitucional – Dinter, constituem uma importante iniciativa para viabilizar a equalização da pós-graduação no Brasil.

Segundo a presidente da SBO, Dra. Edna Almodin, “a união entre duas entidades de credibilidade como a EPM – UNIFESP e FAV irá agregar novos conhecimentos com responsabilidades que vão melhor a qualidade da nossa oftalmologia. Por isso, a SBO vem dará o seu apoio ao lançamento deste projeto”.

Vice-coordenadora do Programa Dinter – FAV, a professora Dra. Camila Ventura ressalta que há seis anos a instituição vem se preparando para implementar em Pernambuco um doutorado voltado à oftalmologia. “A realização deste sonho irá incentivar mais pesquisas inovadoras e de qualidade. De forma indireta, a população também será beneficiada, por meio de  novas descobertas científicas e do desenvolvimento de novas tecnologias, técnicas cirúrgicas e tratamentos. Vamos aprender muito com o “know-how” da EPM-UNIFESP e a aprovação no Dinter consolida o compromisso da FAV com ensino e pesquisa.

 Já o professor Augusto Paranhos, coordenador da pós-graduação stricto sensu da Escola Paulista de Medicina / UNIFESP, “este Programa Interinstucional Dinter tem como uma das metas que a FAV se torne um grande centro formador de recursos humanos e de pesquisa acadêmica”.

SOBRE O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM OFTALMOLOGIA E CIÊNCIAS VISUAIS DA EPM – UNIFESP

O Programa de Pós-Graduação em Oftalmologia e Ciências Visuais da EPM-Unifesp foi criado em 1980. Desde então, foram formados cerca de 600 mestres, doutores e pós-doutores. O programa obteve conceito 7 nas duas últimas trienais e 6 na última quadrienal, sendo considerado o Programa de Excelência (Proex) pela Capes. Atualmente, possui 24 docentes permantes, 78 alunos e diversos laboratórios próprios de pesquisa stricto sensu.

SOBRE A FUNDAÇÃO ALTINO VENTURA – FAV

Instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), a FAV foi fundada em 1986. Oferece um Programa de Pós-Graduação lato sensu (Residência Médica e Especialização em Oftalmologia), credenciados pelo MEC e pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia – CBO e o Programa de Fellowship em ótica, córnea e doenças externas oculares, retina e vítreo, oftalmologia pediátrica e estrabismo, glaucoma e plástica ocular. Por meio desses programas, a FAV já capacitou 572 oftalmologistas do Brasil e exterior.
No período de 2016 a 2018, pesquisadores da FAV publicaram 72 trabalhos, muitos deles premiados pela comunidade científica nacional e internacional.

Texto: Myllena Valença
Fotos: Izabele Brito

Leave a Reply