Ação na FAV beneficia bebês com microcefalia

Notícias

Ação na FAV beneficia bebês com microcefalia

..

_MG_0012 _MG_0013 _MG_0021 _MG_0058 _MG_0062 _MG_0106

Uma nova campanha de solidariedade promovida pela Fundação Altino Ventura – FAV beneficiou, ontem (16/6), os bebês com microcefalia atendidos no Centro de Reabilitação Menina dos Olhos – CER IV, na Iputinga, Zona Oeste do Recife. Envolvendo o Tribunal de Contas do Estado – TCU, o Citibank e a Casa Lux Ótica, a ação entregou óculos de grau especiais, kits de estimulação multissensorial, leite e fraldas.

A Casa Lux Ótica doou 50 óculos aos pequenos portadores da Síndrome Congênita Zika Vírus diagnosticados com problemas na retina e nervo óptico, os quais provocam deficiência visual, estrabismo e nistagmo, principalmente. O Citibank, que doou 30 kits para estimulação visual, auditiva, física e intelectual, contou com o apoio 30 voluntários do banco. Eles estiveram no Centro, no último sábado, aprendendo com as terapeutas a confeccionar cada item do kit. Já o TCE contribuiu com 200 pacotes contendo leite e fraldas.

Voluntários podem colaborar com os trabalhos da FAV de diversas formas: “adotando” um bebê para reabilitação (o custo mensal estimado é de R$425 por criança) ou doando brinquedos e livros infantis para serem usados de forma lúdica na reabilitação, além de kits multissensoriais, para que os pais possam levar para casa o cuidado terapêutico oferecido nos consultórios do Centro.

“Parceiros podem ajudar ainda na compra de equipamentos necessários aos exames das crianças ou na construção de um espaço terapêutico especifico (com piscina térmica e trilhas sensoriais, por exemplo) para o tratamento dos pacientes com comprometimento físico e neurológico”, destacou a presidente do Conselho Curador da FAV, dra. Liana Ventura, destacando a importância de campanhas como esta. “A doação da sociedade nos dá ânimo para continuar com esse trabalho, que é tão importante para essas famílias. A contribuição mostra as pessoas se importam com a dor do próximo, porém, além de coisas materiais, o carinho é extremamente valioso”, destacou a oftalmopediatra.

Atualmente, o Projeto de Microcefalia da FAV, que começou em dezembro de 2015, cadastrou 265 bebês. Desse total, 123 estão em tratamento, no CER, e 142 aguardam vaga numa lista de espera. Para quem quiser custear o tratamento dessas crianças, a FAV abriu uma conta bancária especifica para o Projeto de Microcefalia: Caixa Econômica Federal – Ag: 0050 – Variação: 003 – Conta 4173-1.

_MG_0008 _MG_0009

1 Response

  1. renata

    Olá. Tive Zika na gravidez por 7 días. Foi bem forte. Estava com quase 6 meses. Minha bebé nasceu normal e apresenta todo o desenvolvimento perfeito.
    Agora com essa notícia da visão como de forma proceder???

Leave a Reply