(81) 3302.4300 contato@doefav.com

Centro Especializado em Reabilitação Menina dos Olhos (CER IV )

Em outubro de 2005, a Fundação Altino Ventura inaugurou o Centro Especializado em Reabilitação “Menina dos Olhos”. Serviço pioneiro, multiprofissional, de referência em baixa visão e múltipla deficiência, ele atua também como centro para capacitação de oftalmologistas e terapeutas de diversas universidades do Norte e Nordeste do País.

Em dezembro de 2013, o serviço foi habilitado pelo Ministério da Saúde como Centro Especializado em Reabilitação – CER II, para atenção a pacientes com deficiências visuais e intelectuais. Este serviço funcionava em imóveis alugados.

Em 2014, o espaço tomaria um novo rumo. Em parceria com o governo Alemão (Ministério do Desenvolvimento), a ONG Alemã Christian BlindMission (CBM), o Lions da Alemanha (MD 111) e a Fundação Alemã da rede de televisão – RTL, a Fundação Altino Ventura construiu a sede própria do Centro Especializado em Reabilitação. Um passo importante para que, em junho de 2015, a entidade fosse habilitada pelo Ministério da Saúde para atuar como CER IV, passando a contemplar pacientes com as quatro deficiências (física e auditiva, intelectual e visual) por meio do Sistema Único de Saúde – SUS, algo que veio a agregar as áreas de assistência, ensino e pesquisa da instituição.

O CER IV coordena o Programa de Baixa Visão, uma iniciativa internacional para capacitar e monitorar 11 serviços de reabilitação em baixa visão de 11 estados do Norte/Nordeste do Brasil.

Desde janeiro de 2015, desenvolve o Projeto SightFirst, junto ao Lions Internacional e ao Lions do Brasil distrito LA-3. O Centro é, nessa iniciativa, responsável pela coordenação técnica-científica do Programa de Baixa Visão e Cegueira em três estados: Pernambuco, Alagoas e Sergipe. O objetivo do trabalho é capacitar oftalmologistas e equipe multidisciplinar para atender e reabilitar/habilitar pacientes com baixa visão e cegueira, seguindo os critérios da Organização Mundial de Saúde.

A equipe do CER-IV da FAV é composta por médicos (oftalmologistas, otorrinolaringologistas, ortopedista, neurologistas, anestesistas e cardiologistas), terapeutas (psicólogos, fisioterapeutas, terapeuta ocupacional, pedagogos, psicopedagogos, fonoaudiólogos, professora de braille e tecnologia assistiva e psicóloga com enfoque na musicoterapia), assistentes sociais, enfermeiros, tecnólogos, equipe administrativa e voluntários. O trabalho realizado por esses profissionais envolve uma abordagem holística, interdisciplinar e transdisciplinar do paciente, além de oferecer apoio familiar. O Centro atende às diretrizes do Projeto Viver Sem Limites, do Ministério da Saúde, no que se refere à estrutura e modelo assistencial da Política Nacional da Pessoa com Deficiência. Oferece programas socioeducativos para a população, incluindo treinamento de médicos, terapeutas, profissionais da área de saúde, educação e ação social, empoderamento, apoio psicossocial de pais e cuidadores de pessoas com deficiência e incentivo à geração de renda. Em 2018 esse serviço reabilitou 10.317 pacientes com deficiência, sendo 32% residentes no interior do estado de Pernambuco e outros estados.

Em 2018 o CER-IV da FAV consolidou seu modelo de gestão e atenção à saúde, centrado nas necessidades dos pacientes com deficiências, no apoio às famílias e na construção e fortalecimento de parcerias. Ao todo, no último ano, foram realizados 185 mil procedimentos (médicos e terapêuticos), 13 mil consultas médicas e 46 consultas de nível superior (terapêuticas).